sexta-feira, 13 de outubro de 2006




Este PA está nos remetendo a iniciativas criativas em busca de respostas para a questão que nos propomos a desvendar. Sendo assim uma de nossas atividades foi tentar avaliar se o nosso próprio rosto seria mais bonito se tivesse uma simetria perfeita. Meu Deus como vocês podem perceber é melhor deixá-lo como está a SIMETRIA PERFEITA NÃO FICOU LEGAL! Acredito que assimetricamente somos mais bonitos!
O corpo humano, assim como o corpo de todos os vertebrados, possui uma simetria bilateral característica (simetria axial o vertical). Isso significa que uma parte é correspondente à outra, ou seja, o que há no lado esquerdo encontramos também no direito.
Essa simetria, não obstante, não é total, posto que há órgãos assimétricos, como o coração ou o fígado. Entre as partes correspondentes, como as mãos ou os lados do rosto, tampouco há uma simetria absoluta, perfeita.
Podemos observar essa assimetria, de forma bem evidente, traçando uma linha vertical sobre a fotografia de um rosto, dividindo-o em duas partes. Se juntarmos dois lados esquerdos e dois lados direitos, veremos que se formaram dois rostos com pouca ou nenhuma semelhança entre si.
Não são, tampouco, ambos lados de igual tamanho. Um é predominantemente maior que outro, geralmente é o direito, (nos canhotos, o esquerdo). Para comprová-lo basta juntar as próprias mãos e comparar seus tamanhos.

7 comentários:

Iris disse...

Olá, Celoy

A experiência ficou o máximo!
Por que será que a simetria perfeita não funcionou? Vocês já ouviram falar em "número de ouro"? Que tal fazer uma busca no google sobre isso?
Abra@os, Iris

Su disse...

Muito interessante a experiência. Me fez pensar em todas as coisas que ficamos querendo tornar simétricas como, por exemplo, nossas turmas de aula.

abraço,
Suzana Gutierrez
http://www.gutierrez.pro.br/

Iris disse...

Bem lembrado, Suzana!
Abra@os, Iris

Cristina disse...

Parabéns! Pessoal,

Com esta experiência vocês mostraram iniciativa além de exemplificar uma possível e divertida maneira de refletir sobre conceitos. Imaginem quantas teorias científicas poderia-se trabalhar em sala de aula com esta experiência!!!
Fizeram-me novamente lembrar de que muitas vezes o homem esquece que se diferencia dos outros animais devido a diversidade genética.
Abraço!
Cris.

Cristina disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Cristina disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Beatriz disse...

A simetria bilateral perfeita deixa o rostomuito sem expressão. Aliás, a falta de simetria é que dá elementos para nos destacarmos no povo, com uma caracterísitica que se manifesta. Essas diferenças é que impulsionam as cherges.
Um abraço
Bea